26 de maio de 2010

Pedra da Calçada




Há flores no meu caminho
Não ando sozinho
Camélias, margaridas, sempre-vivas
Rosas sem espinho
Semeadas com carinho

No meu caminho há flores
Em meu coração muitos amores

Há flores no meu caminho
Em cada estação um ninho
Nos lábios o paladar do vinho
No leito a seda e o linho
Nas memórias o frescor do pinho
Certamente há flores no meu caminho

                                       Úrsula A. Vairo Maia

Sem comentários:

Enviar um comentário

10 de Julho, venha lá!