24 de junho de 2010

Perguntas ao prof. José Carlos Carvalho (1)



O «Raízes», nosso grupo de jovens, decidiu, na sua reunião semanal de 18 de Junho, colocar três questões, sobre a obra de Lucas, ao prof. José Carlos Carvalho, docente de Sagrada Escritura, na Universidade Católica - Centro Regional do Porto.
Agradecemos ao Doutor José Carlos Carvalho o acolhimento simpático do nosso pedido e a partilha do seu tempo e da sua sabedoria connosco.

Grupo Raízes: Uma das ideias-chave (e que ocupa cerca de 10 capítulos) do Evangelho de Lucas é a ideia de «caminho».  Qual a intenção do autor: teológica, geográfica, catequética, temática? Quem caminha: Jesus, os discípulos, as primeiras comunidades?
Prof. José Carlos: Quanto ao caminho trata-se de uma ideia teológica: quem o percorre é Jesus e os discípulos. Nesse sentido, o caminho em Lucas aponta sempre para o Templo e para Jerusalém, para onde Jesus quer ir e aonde os discípulos têm dificuldade em chegar.
Em Lucas este é um caminho mais espiritual, de maior intimidade dos discípulos com Jesus, do que nos outros evangelhos.
Só que a habilidade de narrador que Lucas apresenta permite-lhe construir uma narrativa diante da qual o leitor/ouvinte se confronta, e nesse sentido não é exclusivamente o caminho de Jesus, mas também do discípulo, quer ouça quer leia. Trata-se por isso do caminho para Deus.

Sem comentários:

Enviar um comentário

10 de Julho, venha lá!